Archive for April, 2008

h1

Quero

4 April 2008

Eu quero o mundo como casa
Mas antes quero conhecer bem minha própria casa.
Eu quero voar alto
Com os pés assentes no chão.

Eu quero uma manhã com Sol,
Quero o Sol como despertador.
Eu quero telefonemas para falar de como foi o dia
E quero telefonemas que me deixem muda.

Quero ouvir a mesma música mais que uma vez,
Ver o mesmo filme mais que uma vez,
Ler o mesmo livro mais que uma vez,
E continuar parecendo sempre a primeira.

Eu quero me perder no mato
Para encontrar minha própria trilha.
Quero uma trilha com poça de água, com lama
Mas onde nasçam flores, muitas flores.

Eu quero lembrar o que às vezes esqueço
E quero esquecer o que às vezes lembro.
Quero chorar de tanto rir
E quero rir em vez de chorar.

Eu quero tudo para não querer mais nada.
Mas o tudo nunca é tudo e o mais nada não existe.
Então eu quero saber querer o que quero
Quero saber não querer também
E quero aprender que o querer não é eterno, não é suficiente.

E isso é tudo.